quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

“O QUE EU QUERO PRA MIM EM 2011?”

O "post" abaixo é de um grande amigo (Avila), ele relata de maneira brilhante que fez uma consulta ao Google sobre: " O que eu quero para mim em 2011?"

As respostas e seus respectivos comentários achei-os interessante compartilhá-los (sem autorização) aqui no Overrunning.

Veja abaixo o resultado:

Após descartar as respostas dos profissionais de RH ou dos profetas da Auto-ajuda ou ainda dos especialistas em tarôts e demais holísticas*, destaquei respostas como as:

-da Michelle do ABC que quer finalmente mudar-se para o seu apê!
-da Antonella de Trapani-Itália, que gostaria de manter com ela toda a força e a coragem que demonstrou para si mesma, em todo o ano de 2010!
-do “Mestre do Pedal” de Torre de Moncorvo-Portugal, que respondeu: “Eu apenas desejo não ser atropelado”
-da Blogueira, ainda em Portugal, que se identifica apenas como mãe do Mathias, que acaba de criar um blog para que seu filho saiba “como cresceu” e, em 2011 quer apenas continuar registrando todos os seus momentos!
-do Stéphane, de Nice, que em 2011, se compromete, entre outras coisas, a ajudar todos aqueles que pretendem se interessar pelos jovens, favorecendo os novos empregos, encontrando regras e astúcias que permitam aos empreendedores assumirem riscos!
-da Sandy, do departamento 59-França, que com apenas 21 anos, se diz preparada e em 2011 quer “ter o seu bebê” junto com seu companheiro.
-da Magic Paula que afirma: “o que foi positivo (em 2010) deverá se tornar a mola propulsora para os melhoramentos que deverão ser feitos daqui pra frente”
-da Clélia (de Biarritz), sem idade, que criou uma caixa postal onde as pessoas podem depositar os seus votos até às 23h59 da sexta feira, 31/12;
-da Sabine, de Marignane-França, que após contar a história do escargot, com sua vistosa carapaça, e que adorava contar aos outros as suas pequenas desgraças e nunca mudava nada em sua vida de escargot. Daí ela extrai a seguinte moral (da história) « Se você não muda nada, nada mudará... Um pouco mais da mesma coisa, dará um pouco mais da mesma coisa... »
-do Tristan, de Lake Mary-EUA, que em 2011 quer “SerAquele”: que estende a mão para quem não consegue se levantar, cujas palavras produz o combustível para chegar até o outro lado, que acha o tempo para mostrar aos outros como eles podem ser brilhantes, que persevera, quando todos já desistiram, que se aventura, quando todos por medo não ousaram.
-Do Christian, de Genebra, que lança várias idéias de ações simples e eficazes para fazer de 2011 um ano de plenitude e sucesso:
  • mantendo contato com os amigos,
  • gastando menos tempo na televisão e no computador,
  • indo à praia no outono e no inverno,
  • anotando as suas boas idéias,
  • dedicando-se a algum tipo de arte: pintura, fotografia, escritura,
  • melhorando sua estima pessoal ao frequentar mais pessoas que gostam de você como você é! Etc.

Aí estão os desejos, as dicas, os conselhos, de todas as partes e para todos os gostos. De cada personagem foi pinçado o que julguei mais relevante. A lista seria interminável, mas agora é com você.

O que posso acrescentar, a tudo isso, é apenas o seguinte:

Ainda em 2010, reserve algumas poucas horas, só pra você, e em um canto tranquilo, sereno e de relaxamento, escreva os seus votos, os seus desejos ou os seus sonhos para 2011.

Seja ambicioso(a), generoso(a) com você mesmo(a) – será muito bom, daqui a um ano, em dezembro de 2011, você retomar essas notas e constatar o quanto você foi competente, aplicado(a) e feliz em cumprir a sua missão como profissional, como amigo ou como pessoa.

Quanto ao resto, saiba:
-curtir o silêncio, pois muito barulho leva a depressão ou ao estresse;
-descobrir uma atividade física ou um esporte que produza as endorfinas - esta droga do bem-estar;
-praticar a tolerância – relaxar as tensões;
-encontrar o tempo para ir dançar: maneira expontânea de expressar a alegria pelo movimento;
-manter uma certa distância dos problemas – uma boa saúde e um espírito sereno são mais importantes;
-lembrar-se que o passado já foi e o futuro ainda não chegou – viva o presente.

E de repente, pensar que, se presentear com uma “profiterole au chocolat” pode fazer com que você passe, e com muito prazer, não apenas 30 minutos, mas duas horas na academia, e pelo chocolate e pelas endorfinas!

Junto com todos os seus, estes são os meus votos, para o seu 2011!





 

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

ALMA

ALMA : um filme de extrema sensibilidade, produzido e dirigido por Patrick Rouxel, (do filme Green). Filmado no Brasil.
(65 minutos de duração)





"Quando a ultima arvore tiver caido,
quando o ultimo rio tiver secado,
quando o ultimo peixe for pescado,
voceis vão entender que dinheiro não se come''
Provérbio indigena

Roots Of Wisdom - Alan Smallwood



Fonte: Buda na Web

sábado, 25 de dezembro de 2010

Vibração de Paz

Existe Um a quem o mundo lembra como um ser de luz e Doador de Paz. Ele está além do mundo físico, além de tristeza, além de limitação. Ele é o Oceano, a forma e a fonte de Paz. Eu imagino Deus como a imagem de uma poderosa estrela irradiando uma luz suave e constante. Eu experimento a Paz de Deus. Há silêncio interior. Eu sinto que a paz Dele me purifica. E naturalmente eu purifico o mundo com minha vibração de paz.

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

An interactive Christmas piano

Click on the piano notes to make my clones (GuizDP) screams like crazy!!!



É fácil trocar as palavras

"É fácil trocar as palavras,
Difícil é interpretar os silêncios!

É fácil caminhar lado a lado,
Difícil é saber como se encontrar!

É fácil beijar o rosto,
Difícil é chegar ao coração!

É fácil apertar as mãos,
Difícil é reter o calor!

É fácil sentir o amor,
Difícil é conter sua torrente!

Como é por dentro outra pessoa?
Quem é que o saberá sonhar?

A alma de outrem é outro universo
Com que não há comunicação possível,
Com que não há verdadeiro entendimento.

Nada sabemos da alma
Senão da nossa;

As dos outros são olhares,
São gestos, são palavras,

Com a suposição
De qualquer semelhança no fundo."

(Fernando Pessoa)

Jingle Bells

Jingle Bells played with iPad and iPhones

Papai Noel às Avessas

Papai Noel entrou pela porta dos fundos
( no Brasil as chaminés não são praticáveis),
entrou cauteloso que nem marido depois da farra.
Tateando na escuridão torceu o comutador
e a eletricidade bateu nas coisas resignadas.
Papai Noel explorou a cozinha com olhos espertos,
achou um queijo e comeu.

Depois tirou do bolso um cigarro que não quis acender,
teve medo talvez de pegar fogo nas barbas postiças
( no Brasil os Papai-Noéis são todos de cara raspada)
e avançou pelo corredor branco de luar.
Aquele quarto é o das crianças.
Papai entrou compenetrado.

Os meninos dormiam sonhando outros natais muito mais lindos
mas os sapatos deles estavam cheinhos de brinquedos
soldados mulheres elefantes navios
e um presidente da república de celulóide.

Papai Noel agachou-se e recolheu aquilo tudo
no interminável lenço vermelho de alcobaça.
Fez a trouxa e deu o nó, mas apertou tanto
que lá dentro mulheres elefantes soldados presidente brigavam por causa do
aperto.
Os pequenos continuavam dormindo.
Longe um gato comunicou o nascimento de Cristo.
Papai Noel voltou de manso para a cozinha,
apagou a luz, saiu pela porta dos fundos.

Na horta, o luar de Natal abençoava os legumes.

(Carlos Drummond de Andrade)

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Bicicleta de bambu

Destaque do Prêmio Seed (promovido pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento – PNUD) juntamente com a máquina de lavar roupas IziWasha, que não usa energia elétrica, a bicicleta de bambu feita em Gana (África) ganhou atenção especial entre as outras 30 idéias sustentáveis vindas de todo o globo por reutilizar matéria prima abundante e ser um meio de transporte viável para os de baixa renda. Leia mais >>

Desabafo Vegetariano


Fontes:
http://www.alegresvegetarianos.com/
http://www.anjodeluz.net/
http://www.curaplanetaria.com/

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Sentimento


“Nós criamos nossa própria experiência. Quando escolhemos o comportamento, escolhemos as consequências. Um pensamento é um comportamento. Nós conhecemos e experimentamos esse mundo através das percepções que criamos. Nossas percepções são as nossas interpretações do mundo. Nós, e apenas nós, escolhemos o que sentir. Os outros podem proporcionar um evento ou comportamento para que reajamos, mas depende de nós escolher o que sentir em relação a eles.”
– BK Surendran, Bank of blessings, World Renewal, August, 2007

Nestlé mata Água Mineral São Lourenço

Há alguns meses (anos) esta notícia vem sendo divulgada pela internet, para muitos talvez não seja novidade. Mas,  como ainda não consta que a Nestlé tenha se manisfestado, então está valendo o post!

Há alguns anos a Nestlé vem utilizando os poços de água mineral de São Lourenço para fabricar água marca PureLife. Diversas organizações da cidade vem combatendo a prática, por diversas razões.
As águas minerais, de propriedades medicinais, e baixo custo, eram uma eficiente e barata forma de tratamento médico para diversas doenças. Essa forma de tratamento entrou em desuso pela maciça campanha, a partir dos anos 50, dos laboratórios farmacêuticos interessados em vender suas fórmulas químicas através dos médicos. Mas o poder dessas águas permanece. Recentemente um médico municipal curou a anemia das crianças de uma escola de baixa renda apenas com água ferruginosa.

Para fabricar a PureLife, a Nestlé desmineraliza a água e acrescenta sais minerais de sua patente. A
desmineralização de água é proibida pela Constituição.
Cientistas europeus afirmam que ao desmineralizar a água a Nestlé desestabiliza a mesma e precisa acrescentar sais minerais para fechar a reação. Em outras palavras PureLife é uma água química sem estudo de riscos à saúde. A Nestlé está faturando em cima de um bem comum, a água, além de o estar esgotando por não obedecer as normas de restrição de impacto ambiental e expondo a saúde da população a riscos desconhecidos.

O ritmo de bombeamento da Nestlé está acima do permitido. Troca de dutos na presença de fiscais é rotina. O terreno do Parque das Águas de São Lourenço está afundando devido ao comprometimento dos lençóis subterrâneos. A extração em níveis além do aceito estão comprometendo os poços minerais, cujas águas tem um processo lento de formação. Dois poços já secaram. Toda a região do sul de Minas está sendo afetada, inclusive estâncias minerais de outras localidades. Durante anos a Nestlé vinha operando sem mesmo licença estadual. E é curioso como finalmente obteve essa licença no início de 2004.

Um dos brasileiros atuantes no movimento de defesa das águas de São Lourenço, Franklin Frederick, após anos de tentativas frustradas junto ao governo e imprensa para combater o problema, conseguiu o apoio, na Suiça, para interpelar e empresa criminosa. A Igreja Reformista, a Igreja Católica, Grupos Socialistas e a ong verde ATTAC uniram esforços contra a Nestlé, que já havia tentado a mesma prática na Suiça. Em janeiro deste ano, graças ao apoio conjunto desses grupos, Franklin conseguiu interpelar pessoalmente e em público o presidente mundial do Grupo Nestlé. O mesmo, irritado, respondeu que mandaria fechar imediatamente a fábrica da Nestlé em São Lourenço. No dia seguinte, o governo de Minas (PSDB), baixou portaria que regulamentava a atividade da Nestlé. Ao invés de multas, uma autorização, mesmo ferindo a legislação federal. Ao invés de aproveitar o apoio internacional para o caso, apoio a uma corporação privada de histórico duvidoso.

Se a grande imprensa brasileira, misteriosa e sistematicamente vem ignorando o caso, o mesmo não ocorre na Europa, onde o assunto ganhou manchetes em vários jornais, em diversos idiomas. E mesmo duas matérias de meia hora na televisão.

Mais informações sobre o caso Nestlé em

FONTE: Midia Independente.

USE ÁGUA FILTRADA, AO INVÉS DE COMPRAR GARRAFAS DE ÁGUA MINERAL.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Pensamentos

“Sua mente vagueia? Pensando no que fazer hoje ou no que poderia ter feito ontem, na última semana ou no ano que está quase acabando? Se você faz isso, você não está só. A maioria das mentes é como um trem desgovernado. Os seres humanos fazem o mundo funcionar e suas mentes subconscientes fazem os seres humanos funcionar. Para mudar essa tendência precisamos prestar atenção nos nossos pensamentos a cada segundo. Quanto tempo leva para um ladrão roubar um anel de brilhantes? Apenas um segundo. Por isso precisamos proteger nossos valores, ou seja, nossos pensamentos e nossa energia mental. São os nossos pensamentos que criam o nosso mundo.” – BK David

domingo, 19 de dezembro de 2010

JOSÉ E PILAR



Um retrato intimista da relação entre o escritor português e prêmio Nobel de Literatura José Saramago e a jornalista espanhola Pilar Del Rio. Através do registro do dia-a-dia do autor em sua casa em Lanzarote e em viagens a trabalho pelo mundo, o documentário acompanha o processo de criação, produção e promoção do romance "A Viagem do Elefante", do momento inicial da construção da história em 2006 até o lançamento do livro no Brasil em 2008. A dura viagem do elefante entre a corte de D. João III em Lisboa e a corte do arquiduque Maximiliano na Áustria irá refletir a própria jornada do autor durante o processo de criação deste livro.
Gênero: Documentário
Classificação: Livre
Duração: 125 minutos
José & Pilar, Portugal, Espanha, Brasil, 2010
Diretor: Miguel Gonçalves Mendes
Roteirista: Miguel Gonçalves Mendes
Elenco: José Saramago

sábado, 18 de dezembro de 2010

Declaração Universal dos Direitos da Água

Art. 1o . A água faz parte do patrimônio do planeta. Cada continente, cada povo, cada nação, cada religião, cada cidade, cada cidadão é plenamente responsável aos olhos de todos.

Art. 2o . A água é a seiva de nosso planeta. Ela é a condição essencial de vida de todo ser vegetal animal ou humano. Sem ela não poderíamos conceber como são a atmosfera, o clima, a vegetação, a cultura ou agricultura. O direito à água é um dos direitos fundamentais do ser humano: o direito à vida,
tal qual é estipulado no Art. 3o da Declaração Universal dos Direitos do Homem.

Art. 3o . Os recursos naturais de transformação da água em água potável são lentos, frágeis e muito limitados. Assim sendo, a água deve ser manipulada com racionalidade, precaução e parcimônia.

Art. 4o . O equilíbrio e o futuro de nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos. Estes devem permanecer intactos e funcionando normalmente par garantir a continuidade da vida sobre a Terra. Este equilíbrio depende, em particular, da preservação dos mares e oceanos, por onde os ciclos começam.

Art. 5o . A Água não é somente uma herança de nossos predecessores; ela é sobretudo um empréstimo aos nossos sucessores. Sua proteção constitui uma necessidade vital, assim como uma obrigação
moral do homem para com a gerações presentes e futuras.

Art. 6o . A água não é uma doação gratuita da natureza, ela tem um valor econômico; precisa-se saber que ela é, algumas vezes, rara e dispendiosa e que pode muito bem escassear em qualquer região do
mundo.

Art. 7o . A água não deve ser desperdiçada, nem poluída, nem envenenada. De maneira geral sua utilização deve ser feita com consciência e discernimento para que não se chegue a uma situação de esgotamento ou de deterioração da qualidade das reservas atualmente disponíveis.

Art. 8o . A utilização da água implica o respeito à lei. Sua proteção constitui uma obrigação jurídica para todo homem ou grupo social que a utiliza. Esta questão não deve ser ignorada nem pelo homem nem pelo Estado.

Art. 9o . A gestão da água impõe um equilíbrio entre os imperativos de sua proteção e às necessidades de ordem econômica, sanitária e social.

Art. 10o . O planejamento da gestão da água deve levar em conta a solidariedade e o consenso em razão de sua distribuição desigual sobre a Terra.

Histoire de I'Eau, George
Ifrah, Paris, 1992

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Abertura dos Simpsons faz paródia de Avatar:

A Abertura faz parte do episódio The Fool Monty da temporada 22

PICNIC CEIA VEG







































Fonte: ativeg.org 
twitter.com/edi_veg 

Cura

A Terra suporta bons tempos e maus tempos. Ela nos oferece uma lição de humildade, generosidade, tolerância e transformação. Então vamos aprender a tratar com amor e cuidado a Terra que nos sustenta como uma mãe. Quando os seres humanos se reconhecerem como sendo uma família que precisa ser cuidada, a Terra será cuidada automaticamente, porque todas as feridas da Terra são causadas por atos de ganância, egoísmo e ego. Quando curamos a alma, curamos a Terra.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

A verdade por trás do peru


A maioria dos perus é criada de forma intensiva em empresas-fazendas. Esses perus são engordados em criadouros sem paredes ou em gaiolas para frangos em abrigos sem janelas e mal iluminados. Usa-se luz baixa para tentar reduzir a agressividade das aves umas com as outras.

Os perus adultos têm pouco mais espaço que uma galinha criada em gaiola.

A criação intensiva também provoca doenças. Doenças do quadril, ferimentos nos joelhos, úlceras nos pés e bolhas no peito são comuns. A taxa de mortalidade de perus é estimada em 7%, ou seja, cerca de 2,5 milhões de aves por ano. Muitos desses são indivíduos mais jovens que morrem de fome por não encontrarem os cochos de comida e água.

Usam-se métodos de criação seletiva para acelerar a taxa de crescimento e maximizar a massa corporal. Como resultado, muitos perus adultos simplesmente não conseguem aguentar o peso antinatural do próprio corpo. Isso pode levar a infecções das articulações da perna e do joelho e prostração generalizada.

Os perus são levados para o matadouro em caixotes apinhados.

A expectativa de vida natural de um peru é de cerca de 10 anos. Os perus das fazendas são mortos ao completarem de 12 a 26 semanas, dependendo do tamanho da ave produzida.

Os perus em condições de superpopulação tendem à agressividade e muitas vezes atacam-se entre si. Isto causa mutilações, tais como olhos e dedos perdidos. Como resultado, mais de 20% dos perus têm o bico arrancado para reduzir os ferimentos. A extração do bico consiste no corte de um terço do bico da ave com uma lâmina em brasa. Estudos feitos com galinhas que tiveram o bico cortado mostraram que a dor é prolongada e talvez permanente. Mesmo depois do corte do bico os perus ainda se atacam, causando ferimentos, infecções e até cegueira.

No matadouro os perus são retirados dos caixotes e pendurados de cabeça para baixo em ganchos de uma linha de montagem. Os perus, que pesam até 28kg, são suspensos pelos pés durante uns seis minutos e depois atordoados com um banho de água eletrificada. Após o atordoamento corta-se a garganta das aves, que então são mergulhadas num tanque de água fervente que solta as penas e prepara-as para serem depenadas. Pesquisas revelaram que a cada ano cerca de 35.000 perus vão para a água fervente ainda vivos.

Feliz Natal e boa vontade para com todos os perus.

Fonte: Vida Vegetariana

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

FUGA DAS ILHAS: Desafio Concluído

“Para nadar no oceano preciso, antes de tudo, ultrapassar a zona de arrebentação. Ondas grandes e pequenas vêm ao meu encontro, criando resistência no avançar. Situações tensas, pensamentos negativos, relacionamentos competitivos, vêm para reduzir minha força e coragem. Mas com bravura sou capaz de vencer a zona de conflito e chegar às águas tranquilas para o mergulho desejado. E lá no fundo do oceano encontro, uma a uma, as pérolas preciosas: as virtudes que me tornam singular.”

 
* Extraído do livro "A Paz de Todo Dia - volume 1”, publicado pela Editora Brahma Kumaris
Rua Dona Germaine Burchard, 589
05002-062 São Paulo/SP - Brasil
Tel: (55) (11) 3564-8948
Fax: (55) (11) 3564-8947

The ELITE Endless Pool

sábado, 11 de dezembro de 2010

Uma Vida Interligada

IT IS TIME TO CONNECT...
MAKE VEGAN CHOISES!



Sinopse
Um pequeno e excelente documentário educativo que apresenta importantes informações sobre questões éticas, ambientais, sustentabilidade e sociais dentro da temática do vegetarianismo e do consumo de produtos, que representa um assunto urgente e de vital importância para a sobrevivência de todo o planeta e da espécie humana, para o presente e o futuro.
Não contém cenas fortes.

Fonte:
Instituto Nina Rosa - Projetos por amor à vida
Organização independente sem fins lucrativos

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Doação

"Muitos vivem para si, poucos vivem para os outros. A aquisição está em dar, não em tomar. Se você pode secar as lágrimas de alguém, se você pode recuperar o sorriso de alguém, faça isso e nunca mencione o custo do seu ato. Como diz o ditado: faça isso de tal forma que sua mão esquerda não saiba que sua mão direita está fazendo um ato de caridade.”

BK Suyash

Mel não é vegan, saiba porque!

As abelhas vivem em colônias de até 60.000 indivíduos. Apesar do fato que cada abelha individualmente tem um vida curta, uma colônia pode durar anos.

O mel, que é a reserva de alimento da colônia, é armazenado num "favo" - um aglomerado de células hexagonais de cera. O mel é o néctar produzido pelas flores, engolido pelas abelhas, depois concentrado, parcialmente digerido e depois regurgitado. Poderia ser descrito como vômito de abelha. A cera para construir o favo é produzida por glândulas no abdome da abelha.

Desde que se tem notícia, os seres humanos manipularam as abelhas para servirem a seus propósitos. Há centenas de apicultores na Grã-Bretanha e milhares de pequenos apicultores que fazem isso como "hobby".

No centro de cada colônia vive a rainha - a única capaz de por ovos. Enquanto as abelhas comuns, ou "operárias", vivem apenas durante algumas semanas, a rainha pode viver por muitos anos.

Entretanto, na apicultura comercial as rainhas são matadas regularmente e substituídas - alguns especialistas aconselham que isso seja feito a cada seis meses. Novas rainhas são produzidas por criadores especializados sob condições cuidadosamente controladas. A rainha recebe então inseminação artificial com esperma dos machos decapitados. Muitas vezes suas asas são cortadas para evitar que enxamear - que seria a forma natural da colônia se reproduzir.

Algumas vezes colônias inteiras são mortas para não terem que ser alimentadas durante o inverno. Quando são conservadas durante o inverno, o mel muitas vezes é removido e substituído por xarope feito com açúcar, que custa mais barato, apesar de ser menos saudável para as abelhas.

Os apicultores muitas vezes transportam suas colônias para áreas onde as culturas estão florescendo, onde as abelhas fazem a polinização, aumentando a produção das colheitas e gerando gordos lucros para os apicultores. Essa prática entretanto prejudica as abelhas silvestres e outros insetos polinizadores, que são engolfados pelos visitantes temporários.

A exemplo do que acontece com todos os animais criados intensivamente, as colônias de abelhas comerciais estão sujeitas à rápida disseminação de doenças. O ácaro Varroa é freqüente tanto nas colônias comerciais quando naquelas que servem de "hobby" e ameaça as poucas colônias de abelhas silvestres existentes.

O mel e a cera de abelhas são utilizados na indústria de alimentos, cosméticos e produtos de toalete, velas e polidores. Ambos podem facilmente ser substituídos por alternativas não-animais. Outros produtos tais como própolis, pólen, geleia real e veneno de abelha são apreciados pelos seres humanos por suas supostas propriedades curativas, apesar do fato que é questionável se realmente trazem algum benefício - exceto para as próprias abelhas.

Os vegans não usam produtos de abelhas, preferindo ficar sem os duvidosos benefícios e os conhecidos riscos (tal como botulismo infantil) das substâncias roubadas das abelhas.

Fonte:






quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Para simplificar a vida:

(1) reserve em casa um lugar específico para cada objeto e você não perderá tempo e energia procurando por aquilo que precisar;

(2) pegue todas as coisas que você não gosta ou não usa e doe para aqueles que possam fazer melhor uso delas;

(3) procure não apressar as coisas, evite preocupação e correria;

(4) crie diferentes espaços na mente. Quando fizer algo que ocupe um dos espaços, feche os demais;

(5) evite pensar e falar sobre problemas durante as refeições;

(6) viva cada coisa em seu tempo: que esse seja o motor de sua vida.

– BK Surendram

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

A SOJA É DESNECESSÁRIA PARA O VEGETARIANO

FERNANDA CORREIA da Livraria da Folha
Há algum tempo o vegetarianismo entrou em pauta. Seja pela preocupação com o meio ambiente, seja pelo sempre questionado consumo de carne, muitas pessoas mudaram seus hábitos alimentares ou pensaram em fazê-lo.

Eric Slywitch é médico e especialista em nutrição. Vegetariano, dedica seu trabalho a orientar as pessoas que desejam adotar esta dieta. É autor dos livros "Virei Vegetariano e Agora?" e "Alimentação sem Carne", nos quais mostra os benefícios de abandonar o consume de carnes, sempre embasado em pesquisas científicas.

Em entrevista à Livraria da Folha, Dr. Eric Slywitch explica o que é ser vegetariano, desfaz a confusão de que quem adota esta dieta não come apenas carne vermelha e derruba o mito que basta substituir os produtos de origem animal por soja.

Entre outras dúvidas, o médico mostra quais os passos a serem seguidos por quem deseja mudar sua alimentação, como os pais devem agir com seus filhos quando estes decidem ser vegetarianos e como alimentar um bebê com esta dieta.

Leia abaixo a entrevista na íntegra:

Livraria da Folha: Existem diversas dúvidas a respeito do que é ser vegetariano. O que é ser vegetariano?
Eric Slywitch: Vegetarianismo é a prática de se alimentar sem nenhum produto que implique na morte de um ser do reino animal.
De forma genérica, vegetariano é o indivíduo que não utiliza nenhum tipo de carne (vermelhas ou brancas) na sua dieta. Assim, a dieta vegetariana é aquela que não utiliza nenhum tipo de carne.
Vegetarianismo é sinônimo de alimentação sem carne. Essa é a característica comum de todos os vegetarianos.
O vegetariano pode ou não utilizar derivados animais na sua alimentação.

Livraria da Folha: Quais os cuidados que devem ser tomados ao adotar uma dieta vegetariana?
Slywitch: O cuidado maior é saber que os substitutos das carnes são os feijões. É comum o vegetariano iniciante abusar do consumo de ovos, queijo e até soja com a intenção de ingerir a "proteína que tinha na carne".
Trocado a carne pelos feijões, é importante que o vegetariano utilize os demais grupos alimentares na elaboração do cardápio.
Na rua, ao escolher pratos vegetarianos pode haver um pouco de dificuldade, pois pratos inocentes, como um simples molho ao sugo, podem conter caldo de carne. Com o tempo, o vegetariano aprende onde estão algumas "armadilhas".

Livraria da Folha: Por que ser vegetariano? Quais os benefícios para a saúde?
Slywitch: Há, basicamente, 3 motivos para uma pessoa se tornar vegetariana: ética, saúde e meio-ambiente.
Pelo motivo ético, parar de comer carne significa deixar de infringir dor e sofrimento aos animais.
Do ponto de vista da saúde, estudos com populações vegetarianas, quando comparadas com as que comem carne, mostram redução de inúmeras doenças:
- Redução das mortes por doença cardiovascular em 31% em homens vegetarianos e 20% em mulheres vegetarianas (reunião de 5 estudos prospectivos totalizando 76 mil indivíduos).
- Níveis sangüíneos de colesterol 14% mais baixos em ovo-lacto-vegetarianos do que nos onívoros.
- Níveis sangüíneos de colesterol 35% mais baixos em veganos do que nos onívoros.
- Menor pressão arterial (redução de 5 a 10 mmHg) nos vegetarianos.
- Redução de até 50% do risco de apresentar diverticulite nos vegetarianos.
- Onívoros apresentam o dobro do risco de apresentar diabetes quando comparados com vegetarianos (estudo com 34.198 indivíduos adventistas).
Há estudos recentes demonstrando que os diabéticos, quando adotam uma dieta vegana com baixo teor de gordura (comparados com os que adotam uma dieta preconizada pela Associação de Diabetes Americana) têm o dobro de benefícios com relação à perda de peso, uso de medicamentos, redução do "colesterol ruim" e da perda de proteína pelos rins (microalbuminúria).
- Probabilidade duas vezes menor de apresentar pedras na vesícula nas mulheres vegetarianas (estudo com 800 mulheres entre 40 e 69 anos).
- Os onívoros têm um risco 54% maior de ter câncer de próstata (estudo com 34.198 indivíduos adventistas).
- Os onívoros têm um risco 88 % maior de ter câncer de intestino grosso (cólon e reto). A carne vermelha ou branca está vinculada (de forma independente) com o risco aumentado de câncer de intestino grosso (estudo com 34.198 indivíduos adventistas).
- Redução da incidência de obesidade em vegetarianos. O estudo EPIC-Oxford avaliou 33.883 onívoros e 31.546 vegetarianos e constatou que a obesidade estava presente em 7,1% dos homens e 9,3% das mulheres onívoras, contra 1,6% dos homens e 2,5% das mulheres veganas, respectivamente.
- Pelo menor teor de proteínas e por melhorar o perfil lipídico, a dieta vegetariana pode ser benéfica para os que estão perdendo a função renal.
- Alguns estudos apontam que uma dieta vegetariana sem derivados animais e com predominância de alimentos crus reduz os sintomas de fibromialgia.
O meio-ambiente agradece ao pararmos de comer carne, pois a pecuária é uma atividade que contribui de forma significativa com a contaminação de mananciais aqüíferos do planeta, a desertificação de solos, a devastação de florestas e ecossistemas, além de contribuir com o aumento de emissão de gazes que geram o efeito estufa, pois a pecuária é a principal fonte dessas emissões oriundas das atividades humanas segundo a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO). Cerca de 18% de todos os gazes com potencial de causar efeito estufa provém da pecuária, enquanto 13% provém dos meios de transporte.

Livraria da Folha: O que levou você a seguir esta dieta?
Slywitch: Na adolescência, praticando artes marciais, me interessei pela filosofia oriental, especialmente o budismo. Aos poucos comecei a questionar o consumo da carne e por isso abandonei seu consumo.

Livraria da Folha: Há riscos para saúde ao abandonar o consumo de carne?
Slywitch: Podemos correr riscos de deteriorar a saúde se qualquer grupo alimentar for indevidamente substituído. A baixa ingestão de frutas e verduras pela população (que come carne) foi a responsável pela fortificação de farinhas com esses nutriente.
Parar de comer carne implica em utilizar outros alimentos que compensem sua abstenção no cardápio.
Sendo feito isso, não há risco algum para a saúde.

Livraria da Folha: Como substituir os nutrientes oferecidos pela carne?
Slywitch: Recomendo que o vegetariano sempre ingira feijões, o que inclui ervilha, lentilha, grão de bico... Esses são os melhores substitutos da carne.
A soja é desnecessária para o vegetariano. Ele pode utilizá-la, mas a sua ausência no cardápio não traz problema algum.
Os demais alimentos também são bem conhecidos como parte de uma dieta saudável: cereais (de preferência integrais), verduras, legumes, batatas, frutas, condimentos, oleaginosas (opcionais, pois apesar de benéficas têm maior custo). Para os que utilizam, o cardápio pode contemplar ovos e laticínios.

Livraria da Folha: Existe alguma restrição para adotar esta dieta? Crianças, por exemplo, podem segui-la?
Slywitch: Não há riscos se a alimentação está equilibrada.
Pais católicos criam filhos católicos. Pais judeus criam filhos judeus.
Pais onívoros criam seus filhos comendo carne. Pais vegetarianos criam filhos vegetarianos.
É direito dos pais passarem os valores de vida que têm aos filhos, desde que aprendam sobre o que deve ser feito para suprir com segurança as necessidades do bebê.
Bebês que comem carne podem precisar de suplementos de ferro em determinado momento de vida, assim como o vegetariano.
O ponto de destaque é a vitamina B12, que sempre deve ser suplementada no vegetariano, apesar de sabermos que o que come carne também pode ter deficiência.
Todos os outros nutrientes podem ser supridos como na dieta com carne sem dificuldades.

Livraria da Folha: Como montar uma dieta vegetariana pela primeira vez?
Slywitch: O cardápio básico deve conter cereais (de preferência integrais), frutas, verduras, legumes, feijões e óleos de boa qualidade (como o de oliva). As oleaginosas são opcionais. A redução de alimentos processados, gordurosos, frituras e doces é bem vinda, apesar de ser a recomendação solicitada a quem come carne também.
Se tiver um profissional de saúde para avaliar a sua dieta, isso será proveitoso também.

Livraria da Folha: Existem diferentes tipos de vegetarianos? Quem são os veganos?

Slywitch: Os tipos são vários, como pode ver abaixo:
- Ovo-lactovegetariano: é o vegetariano que utiliza ovos, leite e laticínios na sua alimentação.
- Lactovegetariano: é o vegetariano que não utiliza ovos, mas faz uso de leite e laticínios.
- Vegetariano estrito: é o vegetariano que não utiliza nenhum derivado animal na sua alimentação. É também conhecido como vegetariano puro.
- Vegano: é o indivíduo vegetariano estrito que recusa o uso de componentes animais não alimentícios, como vestimentas de couro, lã e seda, assim como produtos testados em animais. Em inglês você vai encontrar o termo "vegan" como referência a esse indivíduo. No Brasil esse termo foi traduzido como vegano.
- Crudivorista: é, na grande maioria dos casos, um vegetariano estrito que utiliza alimentos crus, ou aquecidos no máximo a 42oC. Alguns podem aceitar leite cru e carne crua também, descaracterizando o termo vegetariano estrito. A utilização de alimentos em processo de germinação (cereais integrais, leguminosas e olegainosas) é comum nessa dieta. Diferente do que se pode imaginar, essa dieta apresenta preparações bastante sofisticadas e saborosas.
- Frugivorismo: vegetariano estrito que utiliza apenas frutos na sua alimentação. O conceito de "frutos", nesse caso, segue a definição botânica, que inclui os cereais, alguns legumes (abobrinha, beringela...), oleaginosos e as frutas.
- Macrobiótico: designa uma forma de alimentação que pode ou não ser vegetariana. O macrobiótico tem um tipo de alimentação específica, baseada em cereais integrais, com um sistema filosófico de vida bastante peculiar e caracterizado. A dieta macrobiótica, diferentemente das vegetarianas, apresenta indicações específicas quanto à proporção dos grupos alimentares a serem utilizados. Essas proporções seguem diversos níveis, podendo ou não incluir as carnes (geralmente brancas). A macrobiótica não recomenda o uso de leite, laticínios ou ovos.
- Semi-vegetariano: indivíduo que faz uso de carnes, geralmente brancas, em menos de 3 refeições por semana. Alguns consideram essa terminologia quando em apenas uma refeição por semana. Esse termo ganha importância nos estudos científicos, na comparação dos efeitos à saúde entre vegetarianos e onívoros, já que, teoricamente, o semi-vegetariano consome carne, mas menos do que um onívoro. Atenção: esse indivíduo não é vegetariano.

Livraria da Folha: Alguns pais assustam-se quando os filhos adotam a dieta. Quais os conselhos que você dá a pais e filhos?
Slywitch: Conversem! Os filhos devem mostrar aos pais os motivos que os levaram a adotar o vegetarianismo. Os pais devem se conter quando o intuito é criticar a decisão dos filhos.
Os pais devem saber que, quando uma pessoa (o filho) adotou o vegetarianismo pensando nos animais, a retaliação da escolha do filho apenas vai criar conflitos dentro de casa, pois nesse caso o que está mandando é a emoção, o coração. O vegetariano que foi tocado pela questão dos animais, geralmente, não consegue realmente comer mais carne.
A família terá que se abrir para repensar o preparo dos pratos. Os pais podem ajudar muito os filhos a adotarem a dieta com mais segurança.


Eric Slywitch é médico e especialista em nutrição. Vegetariano, dedica seu trabalho a orientar as pessoas que desejam adotar esta dieta. É autor dos livros "Virei Vegetariano e Agora?" e "Alimentação sem Carne", nos quais mostra os benefícios de abandonar o consume de carnes, sempre embasado em pesquisas científicas.

Fonte:

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Primeira Clínica de Corrida Descalço de Curitiba

(redirecionado de Main.Clinica)
Recentemente, a corrida descalço tem recebido a atenção da mídia especializada e até da grande mídia. Isto tem despertado a curiosidade de algumas pessoas que se surpreendem ao saber que esta é uma atividade acessível. Em função disto estamos lançando a...



Primeira Oficina de Corrida Descalço de Curitiba

Data: 12/12/2010 (Domingo)

Local: Parque Barigui (nos equipamentos de ginástica ao lado da casa amarela) / Curitiba / PR

Horário: das 17:00h as 18:15h

Público: Curiosos em iniciar na corrida descalço e corredores descalços de todos os níveis.

Do que se trata: uma parte teórica e um bate-papo seguido de um treino curto com corredores descalços mais experientes. Apesar de não sabermos tudo sobre o tema, pensamos já possuir conhecimentos que sejam úteis para compartilhar com os iniciantes, os curiosos e mesmo outros corredores descalços com experiência.
Assuntos que iremos abordar: como iniciar nesta atividade; como dominar a técnica, principalmente em relação as descidas e a corrida em alta velocidade; como observar a si mesmo para se autocorrigir e continuar evoluindo na corrida descalço; um corredor observar e avaliar a técnica de corrida do outro; dúvidas e curiosidades que surgirem. Ao final todos serão convidados para uma corrida em conjunto sendo que a distância e o ritmo de cada um irá variar em função do seu nível e preparo físico.

Requisitos:

•Paixão por correr;
•Uma mente aberta.
Roteiro:

1.Motivação: porque correr descalço?
2.Mecânica: como é a passada? E o problema do impacto?
3.Como iniciar na corrida descalço?
4.Riscos: pedras, cacos de vidro, pregos, vermes.
5.Calçados minimalistas.
6.Abertura para perguntas da parte teórica.
7.Demonstração prática, ou seja, os INICIADOS correm cada hora um. Depois os INICIANTES que se sentirem a vontade para receber críticas construtivas correm.
8.Críticas e perguntas sobre a demonstração prática.
9.Treino final: primeiro KM correndo como um grupo, depois cada um corre no seu ritmo e distância formando grupos menores com os do mesmo nível.
Custo: sem custo. Caso queira, contribua com um quilo de alimento não-perecível para ser doado a uma instituição de caridade.

Inscrições: basta aparecer no local do evento no horário marcado.

Simplicidade

Silêncio é a simplicidade da fala.

Modéstia é a simplicidade do sucesso.

Contentamento é a simplicidade da busca.

Serenidade é a simplicidade da mente.

Humildade é a simplicidade da conduta.”

– BK Surendram

Dia Mundial Vegano

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Filme: Vegana

Respeito



“Respeito é mais um verbo do que um substantivo. É algo que você faz mais do que algo que você recebe. Respeito é afirmar a bondade e o valor do outro. É estimar ou agradecer o valor de alguma qualidade ou habilidade que outra pessoa possui. Mais do que qualquer demonstração visível, respeito é a forma como mantemos alguém com a “luz de nossa consciência”. Trata-se de como criamos “o outro” dentro de nós. Nosso respeito será definido pela qualidade da luz que envolvemos o outro em nossa mente, muito antes que palavras e comportamentos expressem isto.”  – Mike George

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Fumo passivo

OMS diz que fumo passivo mata 600 mil pessoas por ano
Pesquisa liderada pela Iniciativa Livre de Tabaco revela que mulheres e crianças são as maiores vítimas do problema.

Um estudo encomendado pela Organização Mundial da Saúde, OMS, revela que o fumo passivo mata 600 mil pessoas por ano. Quase metade das vítimas é mulheres. Já as crianças formam um terço dos óbitos.
A pesquisa da Iniciativa Livre de Tabaco, ILT, foi realizada em 192 países.

A maioria dos casos de morte de crianças com infecções respiratórias, e outros sintomas relacionados ao cigarro, se deu em países da África e do sudeste da Ásia.

Todos os anos, o cigarro dos outros mata 281 mil mulheres. O fumo passivo também causa doenças coronárias, problemas respiratórios e câncer no pulmão.

A exposição ao cigarro, por quem não fuma, atinge 40% de crianças, a maioria delas sofre com o problema dentro da própria casa.

Mais Chances
Dados de 2004 indicam que 33% dos homens e 35% das mulheres não-fumantes foram expostos ao cigarro alheio.

Pela pesquisa da OMS, a Europa e a Ásia são os continentes com os mais altos índices de fumo passivo. As Américas, o leste do Mediterrâneo e a Ásia têm os números mais baixos de incidência.

As mulheres têm 50% a mais de chance de sofrerem com o fumo passivo que os homens.

Fonte: Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Parada Veg

A Parada Veg é uma manifestação pacífica e divertida, que celebra nossa opção de consciência com harmonia e afetividade.


Esta passeata tem como principais objetivos:

• divulgar o vegetarianismo como estilo de vida pacífico e ético;
• afirmar o direito do vegetariano de exercer sua opção de consciência de forma plena e cidadã, e;
• fomentar o desenvolvimento de produtos e serviços para vegetarianos, tanto pelo setor público quanto pelo setor privado e pelo terceiro setor.
Contatos:
Christian Saboia
+55 (11) 8389-0774
christian@conscienciaveg.org

ConsciênciaVeg
+55 (11) 8212-4715
contato@conscienciaveg.org
http://www.conscienciaveg.org/site/

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Doe órgãos. Doe vida

Se você deseja ser um doador de órgãos converse com seus familiares. A vida é feita de conversas. E basta uma delas para salvar muitas vidas. uma delas para salvar muitas vidas.

O que é preciso fazer para ser um doador de órgãos?
Para ser doador, no Brasil, você não precisa deixar nada por escrito, em nenhum documento. Muitas pessoas acham que é preciso registrar a opção de doador de órgãos na carteira de motorista, mas isso não é mais necessário. Basta você conversar com sua família sobre seu desejo de ser doador. A doação de órgãos só acontecerá após a autorização da família.

Quais os tipos de doadores que existem?
Doador vivo: qualquer pessoa saudável que concorde com a doação, desde que não prejudique sua própria saúde e seja compatível com a pessoa que vai receber o órgão. O doador vivo pode doar um dos rins, parte do fígado, parte da medula óssea e parte do pulmão. Pela lei, parentes até quarto grau (pais, filhos, irmãos, avós, netos, tios e primos) além e dos cônjuges podem ser doadores. Para os não parentes, somente com autorização judicial.
Doador falecido: são pacientes com morte encefálica, geralmente vitimas de catástrofes cerebrais, como traumatismo craniano graves ou AVC (derrame cerebral) extenso.

Quais órgãos e tecidos podem ser obtidos de um doador falecido?
Coração, pulmões, fígado, pâncreas, intestino e rins. Também tecidos como córnea, veias, ossos e tendões. Portanto, um único doador pode salvar ou melhorar muitas vidas. A retirada dos órgãos é realizada em centro cirúrgico, como qualquer outra cirurgia.

Para quem vão os órgãos?
Os órgãos doados vão para pacientes que necessitam de um transplante e estão aguardando em lista única, definida pela Central de Transplantes da Secretaria de Saúde de cada Estado e controlada pelo Sistema Nacional de Transplantes.

Posso ter certeza do diagnóstico de morte encefálica?
O diagnóstico de morte encefálica é regulamentado pelo Conselho Federal de Medicina. Dois médicos de diferentes áreas examinam o paciente, sempre com a comprovação de um exame complementar, que é interpretado por um médico. Não existe dúvida quanto ao diagnóstico.

Após a doação o corpo do doador fica deformado?
O processo de retirada dos órgãos é uma cirurgia como qualquer outra, restando apenas a incisão. O doador poderá ser velado normalmente.

Fonte: www.doevida.com.br
Twitter: www.twitter.com/minsaude

Vitória

“Não se deixe enfraquecer ao enfrentar obstáculos e problemas. O verdadeiro conquistador é aquele que não oscila com as dificuldades e com paciência mantêm a mente equilibrada. O vencedor usa seu tempo valioso no trabalho valioso. Ele não desperdiça o tesouro do tempo. Ele vai rápido em direção à meta de se tornar um ser humano melhor. Ele acende a luz do entusiasmo de forma a tornar sua vida cheia de luz.” – Dadi Prakashmani

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Passeio Ciclístico UNICAMP

O Passeio Ciclístico UNICAMP ocorrerá no dia 28 de novembro de 2010 em comemoração aos 25 anos da Faculdade de Educação Física. O passeio terá início às 8h30 e o local de partida e chegada será na FEF. Confira o percurso.

Para participar é obrigatória a inscrição pelo site (gratuita). Haverá sorteio de bicicletas e brindes aos inscritos.

Trazendo 1Kg de alimento não perecível você ganhará uma camiseta do evento! E os alimentos arrecadados serão doados a instituições de caridade.

A FEF estará promovendo ainda outros projetos em comemoração aos 25 anos.


CONTATO
Telefone: (19) 3521-6614
E-mail: extensao@fef.unicamp.br





Fur Free Friday

Hoje - dia 26 de novembro - acontece em todo o mundo a terceira edição da Sexta Feira Mundial Sem Pele – Worldwide Fur Free Friday, um dos protestos de ação global de maior relevância na luta pelos direitos animais. No último ano foram realizados protestos em mais de 120 localidades ao redor do mundo pedindo o fim do cruel comércio de peles de animais.
A data foi criada pela International Anti-Fur Coalition – Coalizão Internacional Anti-Pele – em parceria com o movimento Fur-Free Friday, que é muito popular nos Estados Unidos e acontece logo após o Dia de Ação de Graças, 25.

Estilistas que insistem no uso de pele animal em suas coleções são alvos de críticas dos manifestantes.

Junte-se a nós!

O objetivo é informar a população sobre o que se esconde por trás da indústria da pele. Milhões de animais continuam sendo mortos em nome da moda. Muitos são esfolados ainda vivos, incluindo cães e gatos, tudo em nome da vaidade e do consumo sem medidas, seja para um casaco, um brinquedo ou um enfeite qualquer.

Participe da Sexta-Feira Mundial Sem Pele!

Você pode fazer a diferença neste movimento contra o sofrimento dos animais!

São Paulo – Avenida Paulista em frente ao Masp
26 de novembro, a partir das 11h
Realização: Holocausto Animal

Porto Alegre – Esquina Democrática
26 de novembro, das 14h às 19h, mesmo com chuva
Realização: Vanguarda Abolicionista

* Fábio Paiva
coordenador geral
acesse também:

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Os dias que antecedem sua competição podem ser decisivos para a sua performance

O treinamento foi cumprido corretamente, o equipamento está em dia, o condicionamento chega no ápice do ano, mas mesmo assim muitos atletas não conseguem alcançar a performance desejada por errar na estratégia nutricional nos dias em que antecedem a prova e/ou no dia da prova.

Caso você não saiba os 3 dias que antecedem a prova podem afetar muito o seu desempenho no dia da competição.

Veja abaixo as dicas para o calor

2 a 3 dias antes da prova:

• Capriche na alimentação. Evite alimentos gordurosos e evite comer o que você não está acostumado.
• Evite períodos de jejum maiores que 3h durante o dia.
• Aumente sua ingestão de carboidratos.
• Não descuide da sua hidratação. A regra é tentar manter a sua urina com uma cor clara.

Véspera da prova

• Evite o sol ao máximo. Proteja-se na sombra, use bonés e protetor solar. Quanto menos exposto ao sol na véspera da prova melhor. Muitas vezes queremos aproveitar o tempo livre na véspera da competição para passear, melhor deixar os passeios para depois da prova caso você esteja preocupado com sua performance.
• Hidrate-se bem: Água de coco, bebidas isotônicas e muita água.
• Dê ênfase nos carboidratos, proteinas magras e evite alimentos gordurosas.

Dia da prova

• Procure tomar o café da manhã 2-3h antes da largada. Caso sua prova tenha largada a tarde como o Short Triahtlon de Pirassununga ou a Corrida de São Silvestre procure fazer uma refeição leve 3 horas antes da largada.
• Evite derivados de leite, embutidos e café se você não estiver muito acostumado, pois esses alimentos podem irritar o seu estômago.
• Se a largada for demorar tenha consigo uma caramanhola com isotônico ou água de coco para ir bebendo em pequenos goles até a hora da largada.
• Se você tente a ficar muito nervoso e não consegue comer no dia de prova experimente substituir o café-da-manhã por um shake hipercalórico.

Bons Treinos!


Coragem

“Assim como nuvens vêm e vão diante do sol, temos que entender que o papel das situações desafiadoras é vir. No entanto, o nosso papel é continuar a brilhar e compartilhar esta luz, assim como o sol. Não importa o que aconteça, não importa o que surja, lembre-se que sua essência é verdadeira e positiva. Seja paciente quando necessário; seja pró-ativo e aja quando necessário. Saiba que ninguém mais pode ser o ator principal da sua história, exceto você. Mantenha esta coragem e a vida lhe trará seus merecidos frutos em retorno.”

Sign by Danasoft - Get Your Free Sign

Sign by Danasoft - Get Your Free Sign