quinta-feira, 12 de agosto de 2010

EARTHLINGS

Descrição - EARTHLINGS (Terráqueos) é um documentário sobre a absoluta dependência da humanidade em animais (para companhia, comida, roupa, entretenimento, e pesquisa científica) mas também demonstra nosso completo desrespeito por estes chamados “provedores não-humanos.”
O filme é narrado pelo indicado ao Oscar Joaquin Phoenix (Gladiador) e apresenta música pelo artista de platina renomado pela crítica Moby.
Com um estudo profundo em pet shops, fábricas de filhotes e abrigos de animais, como também em fazendas industriais, o comércio de couro e de peles, as indústrias de esportes e entretenimento, e finalmente a profissão médica e científica, EARTHLINGS usa câmeras escondidas e imagens nunca antes vistas para demonstrar as práticas cotidianas de algumas das maiores indústrias do mundo, todas as quais dependem totalmente de animais para o lucro.
Poderoso, informativo e provocador, EARTHLINGS é de longe o documentário mais compreensível já produzido na correlação entre a natureza, animais, e os interesses econômicos humanos. Existem muitos filmes valiosos de direitos dos animais, mas este transcende o cenário.
EARTHLINGS grita para ser visto.
“Se eu pudesse fazer com que todos no mundo vissem um filme, eu os faria ver EARTHLINGS.” Peter Singer, autor do livro Libertação Animal.
 
Áudio - Inglês
Legenda - Português
Download - Megaupload
Legenda - Rapidshare
Autoria - Mega Documentários



Leia Mais: http://www.megadocumentarios.blogspot.com/#ixzz0wR9HPlJQ

Top 50 cycling blogs







Rank



Blog



Quick description
1Bike PortlandPortland bike scene news
2BikeSnob NYCPopular blog on bicycle culture
3Fat CyclistThe one and only Fatty
4Copenhagen Cycle chicPictures of cycling in Copenhagen
5CopenhagenizeLife in the worlds cycling capital
6Urban VeloReflecting on bicycle culture
7Commute by BikeThe place to go for all things commuting
8GwadzillaRants on cycling and on life
9VelorutionUK bicycle blog and company
10CycleliciousCovering bicycle culture
11Bicycle DesignVery interesting posts on bicycle design
12Bike CommutersGetting people into bicycle commuting
13Bike HuggerBeautifully designed blog with excellent posts
14Kent’s Bike BlogBike related thoughts
15Bicycle TutorGreat source of bicycle repair tutorials
16Eco VeloEco friendly cycling
17Podium CafeThe world of Pro Cycling
18MasiguyRecovering bicycle addict blog
19Drunk Cyclist“Two Wheels. One Dark Lord.”
20Quickrelease.tvFocus on video content
21Amsterdamize“100% Lycra-Free, Guaranteed”
22Cozy BeehiveBike tech and engineering, to history, humour & pain
23OnionbagblogCycling sport in South London
24Bike HacksBicycle customisation from funky to functional
25Bike RumorProduct rumours in the bike industry.

26Guitar TedA blog by a bicycle and guitar fixated individual
27Do The Right ThingExcellent blog with some unique posts
28The Bike ShowBicycle radio show podcast
29Trackosaurus rexHard to describe – but worth visiting!
30The Velo ORANGE BlogA blog about bicycles and cyclo-touring
31Bike Blog NYCUrban bike culture in NYC and beyond
32Bike Commute TipsHelpful suggestions for bike commuting
33Biking TorontoInfo about cycling in Toronto
34RidingPrettyLooking good on your bike
35London Cycle ChicCycling and looking good, love this blog!
36Bicycles and IciclesCycling through the cold
37RocBikeParticular focus on New York State
38Fit ChickFitness, training, racing and where they take you
39Austin on Two WheelsThe online magazine of Austin bike culture
40Dave Moulton’s Bike BlogAn ex-framebuilder’s personal thoughts on cycling
41Ride-StrongAvid cyclist and triathlete with passion for cycling
42The Epicurean Cyclist“Wool, Twine and All Things Fine in Cycle Touring”
43Velo VoguePictures of stylish cyclists in San Francisco
44VelogogoNews, bike culture and bling bling
45CycleDogHumorous blog from cyclist with an attitude
46Let’s Go Ride a BikeTwo girls practising city cycling
47London Cycling DiaryPedalling across the capital
48Girls and BicyclesGirls on bicycles
49Cycling ChallengeCycling in the Alps
50The Bike NoobAdventures of a biking newbie!

Fonte: Londoncyclist

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

O que não pode faltar na cozinha do corredor



Não existe fórmula mágica para a saúde e por isto uma dieta que se adapte a todos os gostos, treinos e estilos de vida é impossível. Mas existem "alimentos do bem", com caráter antiinflamatório, que favorecem o sistema imune e o bom funcionamento geral do organismo. Provavelmente você já os conheça, mas se ainda não os colocou no cardápio aqui vão mais motivos para não adiar sua decisão:

- Vegetais verde escuros, como agrião, brócolis, couve, mostarda, rúcula e outros como couve-flor, rábano e rabanete possuem substâncias (glicosinolatos e isotiocinatos) que melhoram o funcionamento do fígado e pulmões e a excreção de toxinas. Isto é fundamental para o atleta, já que o mesmo respira mais, o que aumenta a quantidade de poluentes inalados. Além disso, a elevação da velocidade do fluxo aéreo promove o carregamento destes poluentes para regiões mais profundas do trato respiratório. Por isto, capriche na salada, nas sopas e nos sucos cítricos batidos com vegetais. Se for pedir pizza ou sanduíche, inclua também este grupo na cobertura ou recheio.

- O arroz branco é muito diferente do integral, apesar do número de calorias ser similar, já que ambos são fonte importante de carboidratos. Porém o arroz integral possui fibras importantes para o controle da glicemia, do colesterol e também do funcionamento intestinal. E é rico em orizanol, que promove o aumento da vascularização capilar, melhorando a excreção de toxinas no organismo.

- Óleos: gordura em excesso não é legal para nossa saúde, porém algumas fontes fornecem ômega-3, ômega-7 e ômega-9, que diminuem a inflamação corporal e a formação de radicais livres. Por isso, acabam sendo importantes para a prevenção do envelhecimento precoce, do câncer e das doenças do coração. Alimentos importantes neste sentido incluem o azeite de oliva extra-virgem, a castanha do Brasil, castanha de caju, amêndoas, pistache, avelã, nozes e peixes gordos de água salgada.

- Temperos naturais. Substituir os temperos industrializados por açafrão, alecrim, canela, gengibre, hortelã, orégano, manjericão, pimenta, salsinha, tomilho e outros de sua preferência aumenta a quantidade de antioxidantes nas suas refeições. Além das propriedades antiinflamatórias, estas ervas também possuem propriedades antifúngicas e bactericidas.

- Mais cor em sua vida. Lembre-se da pirâmide dos alimentos e da importância da variedade, colocando todos os dias hortaliças e frutas amarelas, verdes, laranjas, roxas. As substâncias que dão cor a alimentos, como tomate, amoras, manga e açaí, são poderosos antioxidantes, diminuindo a incidência de dores e lesões musculares. Além disso, estes alimentos também são ricos em vitaminas como C, A e E, que fortalecem o sistema imune.

- Aveia: rica em beta glucana, este alimento é ótimo para aqueles que precisam diminuir o colesterol plasmático. Também é fonte de avenatramida com ação antiinflamatória e antioxidante. É rica em triptofano, importante para o aumento da produção de serotonina, neurotransmissor responsável pelo bem-estar e pela boa qualidade do sono. Também é rica no aminoácido valina, fundamental para o bom funcionamento hepático. Contudo, indivíduos sensíveis ao glúten devem evitar o consumo de aveia.

- Linhaça: em grãos, auxilia no funcionamento intestinal. Na forma de farinha libera ômega-3 e lignanas, que auxiliam na manutenção da saúde óssea. No entanto, para que a farinha não oxide deve ser guardada em recipiente bem fechado e escuro. O ideal seria comprar o grão, aquecê-lo a 80 graus por 5 minutos e triturá-lo no momento do consumo.

- Quinua ou quinoa: alimento excelente para o atleta em virtude do seu perfil de aminoácidos, muito semelhante ao das carnes, com exceção do aminoácido leucina. Não contém glúten, ao contrário da aveia e também é mais rica em ômega-3, sendo portanto menos inflamatória. Para ter os benefícios dos dois grãos misture em um pote flocos de aveia e quinua em partes iguais e use em cima de saladas de frutas, em vitaminas ou no iogurte. Você também pode fazer bolos mais nutritivos, de banana ou cenoura, substituindo a farinha de trigo por uma mistura de partes iguais de aveia, quinua e um pouco de linhaça.

Recheie sua geladeira e vá se familiarizando com os ingredientes até aprender a prepará-los. Crus, cozidos, em sopas, na salada, nos shakes e também em pratos especiais. Faça a lista do que precisa, compre nas quantidades certas e mãos à obra. Também existem muitos programas na TV e vídeos na internet que dão dicas bacanas para aqueles que estão começando a se aventurar.

Tenha mais Saúde!
Seja Vegetariano!
&
Bom apetite!

POR ANDRÉIA TORRES (andreiatconsultoria@gmail.com)

Grandmothers of Endurance

Bellingham ultra marathon runners Barb Macklow, age 76, and Vicki Griffiths, age 67, talk about their experiences and philosophies of running and training for 100 mile endurance runs including Rocky Raccoon 100 and Umstead 100. Aside from the amazing accomplishments they've achieved at their ages, these two ladies are more than just training partners, they are also great friends.



terça-feira, 10 de agosto de 2010

Um domingo de música, meditação e muita paz no Parque do Ibirapuera

Educativo para Águas Abertas: POLO

via Espírito Outdoor de Rodrigo Langeani em 09/08/10

educativo travessia águas abertas A respiração frontal é fundamental para a orientação em águas abertas
A maioria dos nadadores de fundo e triatletas, embora participem de competições em águas abertas, na maioria das vezes 90-100% é feito na piscina. O problema é que em águas abertas não tem a linha preta no fundo para orientação, é preciso levantar a cabeça para olhar as boias de marcação e se os músculos das costas e do pescoço, principalmente os trapézios, não estiverem fortes o atleta poderá ficar dolorido após a competição.
Para que isso não aconteça você pode incluir um exercício simples em seu treino que irá fortalecer os músculos usados durante o movimento de tirar a cabeça fora d’água para se orientar. Esse exercício chama POLO.
Como fazer:
Nade crawl com a cabeça totalmente fora d’água, tente manter a cabeça parada e olhando para frente, não rotacione seu pescoço para respirar do lado. Mantenha a sua pernada constante e forte para evitar que seu corpo afunde.
Sugestão:
Para quem nunca fez esse educativo comece nadando não mais que 25m direto (ex.: 4×25 POLO c/ 20” desc.). A medida que você se condicionar poderá aumentar a distância do educativo para 50m ou até 100m nadando sem parar.
Pra que serve?
Ao fazer o educativo POLO com frequência você irá fortalecer os músculos usados na orientação das águas abertas especialmente em condições extremas onde há água muito mexida e/ou com ondas.
Bons treinos!

Enviado para você por Andre Cruz através do Google Reader:

Não tem graça...

Sign by Danasoft - Get Your Free Sign

Sign by Danasoft - Get Your Free Sign